Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]





Donuts

por Maria, quem és tu?, em 27.02.13


As saudades que eu tenho de comer um donut coberto. Os da pastelaria do Continente então, são a oitava maravilha do mundo. Mas eu sou mais forte que os meus inimigos donuts. Sempre que vejo esta maravilha gastronómica penso: os donuts sabem a feijão verde, os donuts sabem a feijão verde, os donuts sabem a feijão verde... Tem dado resultado.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Concertos

por Maria, quem és tu?, em 26.02.13
Nestes meus vinte e um anos de existência já me posso gabar de ter visto bons concertos. E claro que após uma boa dose de concertos, temos sempre os nossos preferidos e aqueles de que não gostámos tanto. Se tivesse que eleger um top3 dos melhores concertos que já vi, a tarefa não seria muito difícil. Bem, o terceiro lugar é talvez o mais complicado, mas entre os Metallica e os Gogol Bordello, atribuo o terceiro lugar ao concerto dos Gogol Bordello no Campo Pequeno. Foi um concerto divertido, com muito moche, muito boa onda, enfim bem ao estilo da trupe cigana. Em segundo lugar fica o concerto dos Limp Bizkit no Rock in Rio. Apesar da curta duração do concerto (1 hora) e das paragens excessivamente longas, a banda de Fred Durst merece um lugar no meu pódio. Porquê? Porque o concerto foi BRUTAL. Tocaram os êxitos todos (só faltou mesmo a Eat You Alive), houve muito moche, o Fred conseguiu agarrar o público, puxar por ele e estava um ambiente fenomenal. E o primeiro lugar vai para...(ouvem-se o rufar dos tambores)...Prodigy no Pavilhão Atlântico. Confesso que não é uma das minhas bandas preferidas, nem uma banda que adore ouvir no mp3, mas dão um concerto que é uma loucura e que não deixa ninguém indiferente. Foi um concerto com muito moche (demasiado violento, por vezes), muitas mamas ao léu, muita dança, muitos saltos e muita gente "tripada". O concerto valeu pela banda em si e pela sua performance e nem tanto pelo ambiente humano e pelo local (nunca gostei do Pavilhão Atlântico, o som é péssimo e fazia um calor abrazador). Claro que para trás ficam muitos bons concertos, como LCD SoundSystem, Metallica, Tara Perdida, Slipknot, Offspring, etc... Venham mais e muitos mais concertos.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Boa-Noite

por Maria, quem és tu?, em 26.02.13

"and run away with me tomorrow"

Autoria e outros dados (tags, etc)


A Festa

por Maria, quem és tu?, em 25.02.13

Com o aproximar do meu aniversário, vem a preparação da festa. E o que eu adoro preparar a minha festa de anos. Em primeiro lugar eu adoro fazer anos. Delicio-me com os telefonemas, as mensagens, os miminhos, os carinhos, as prendinhas, o almoço, o jantar, a festa e os desejos de muitos e muitos mais anos da família, do namorado e dos amigos. Faço anos daqui a 5 dias, mas já ando a pensar na festa há mais de duas de semanas. Este ano não queria a típica festa no Bairro Alto ou em Santos, onde pagamos um balúrdio por um jantar de "caca", onde rapamos um frio de rachar, onde não podemos beber alcóol porque ainda temos que ir pegar no carro ou então desembolsar mais de 20 euros para o táxi, para podermos beber à vontade. Foi então que eu decidi fazer a festa em casa (será que estou a ficar velha?). Não há cá problemas com transportes, temperaturas baixas, alcóol e ainda por cima a festa sai mais barata, é só vantagens. E é tão bom fazer a lista de convidados, enviar convites, receber confirmações, pensar na roupa e nos acessórios que vou usar, pensar na decoração da sala e da mesa de jantar, pensar no que vamos cozinhar (pelo menos o pensar é engraçado, secalhar o arrumar e o cozinhar já não tem tanta graça), ir ao hipermercado fazer as compras, enfim... são tudo coisas que eu tenho feito com imenso gosto. Claro que tudo isto não seria tão prazeroso, se não tivesse a ajuda preciosa do melhor namorado do mundo (sim, o meu é mesmo o melhor). Só me resta esperar e desejar que no próximo sábado a minha festa seja o "festão do ano". P.S: Claro que por vezes "o melhor namorado do mundo" também me irrita, ora porque quer amendoins e pistáchios para o fim da noite, ora porque quer chouriço "Miguel e Miguel" para as entradas. Eu já lhe disse que não, que não e que não, que a vida está cara. Mas ele insiste, insiste e insiste. Claro que vou acabar por ceder.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Boa-Noite

por Maria, quem és tu?, em 25.02.13


"Sweet lover, you should've come over,
Oh, love well I'm waiting for you."

Autoria e outros dados (tags, etc)


A passadeira

por Maria, quem és tu?, em 22.02.13
Cá para mim a maior parte dos condutores não sabe o que é uma passadeira. Ou então já não se lembra. Ou melhor: fingem que não veêm ninguém (esta é a minha preferida). Não há dia nenhum que no caminho casa-faculdade, faculdade-casa, não haja um espertalhão que não me dê passagem. Não é que me deixe mal disposta o resto do dia, mas naquele momento só me apetece furar-lhe o pneu, só para não estar com pressas. É por isto que sempre que me dão passagem eu agradeço. E acho que devia começar a mandar um beijinho.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Os filmes da minha vida #1

por Maria, quem és tu?, em 21.02.13

 

"La Vita é Bella" é um dos filmes da minha vida. Confesso que se tivesse que escolher apenas um filme, este seria a minha escolha. O filme de 1997 conta com a brilhante interpretação de Roberto Benigni, Nicoletta Braschi e Giorgio Cantarini. O filme retrata a perseguição aos judeus durante a Segunda Guerra Mundial, mas nem pelo tema "forte" e "pesado" deixa de ser um filme lindíssimo que deixa em nós um enorme sentimento de esperança no ser humano. Já perdi a conta às vezes que vi o filme, mas em todas elas me emociono com as tristezas, as alegrias e o humor que nos é proporcionado pelas personagens. "A Vida é Bela" mostra isso mesmo, que a vida é bela e que temos que lutar por ela até ao fim.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Refood 4 Good

por Maria, quem és tu?, em 20.02.13

No Verão, numa das minhas muitas idas ao McDonald´s, pedi um cheese natura, uns nuggets e um pacote de batatas fritas pequenas. A empregada serviu-me os nuggets e as batatas fritas e pediu-me para esperar, que o cheese natura estava quase a sair. Torci logo o nariz e perguntei ao meu namorado em tom irónico: "mas para que é que me trouxe já os nuggets e as batatas fritas, se o cheese natura ainda não está pronto?". Ao fim de dez minutos serviu-me o cheese natura. Protestei que queria outros nuggets e batatas, pois aqueles estavam frios e que mais valia ter servido tudo ao mesmo tempo e não às "mijinhas". Pediu desculpa, pegou nos nuggets e nas batatas fritas e qual não foi o meu espanto: deitou para o lixo! Fiquei de queixo caído, eu, o meu namorado e as pessoas que se aperceberam do sucedido. Eu até percebo que a empregada não o servisse a outro cliente por questões de higiene, mas seria necessário deitar para o lixo, com a maior crueldade e frieza, comida que estava em perfeito estado e que o úncio senão era ter arrefecido? Não me parece, aqueles nuggets e aquelas batatas poderiam ter tido um destino muito melhor. Recordei hoje este episódio ao descobrir o projecto Refoof 4 Good. Um projecto, criado pelo Hunter Halder, que pretende assegurar a distribuição imediata dos excedentes dos restaurantes a famílias carenciadas. Gostei da ideia, fazem falta mais iniciativas deste género no nosso país. Para mais informações sobre o projecto e de como podem ser voluntários nesta causa visitem o http://www.facebook.com/refoodportugal. E um bem haja Hunter Halder.

Autoria e outros dados (tags, etc)


O primeiro post

por Maria, quem és tu?, em 19.02.13

Autoria e outros dados (tags, etc)


Mais sobre mim

foto do autor


Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2015
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2014
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2013
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D